terça-feira, 28 de janeiro de 2014

A Vida é Bela (La vita è bella, 1997)

Em 1938, na região italiana da Toscânia, um despreocupado coleccionador de livros judeu Guido começa uma vida de conto de fadas a cortejar e a casar com uma mulher fascinante de uma cidade próxima. Guido e a sua mulher têm um filho e vivem juntos alegremente até à ocupação da Itália pelas forças alemãs. Numa tentativa de manter a sua família unida e de ajudar o seu filho a sobreviver aos horrores de um campo de concentração judeu, Guido imagina que o Holocausto é um jogo que o seu grande prémio é ganhar um tanque.
Este filme gerou alguma controvérsia por ter tratado de forma ligeira e mordaz o Holocausto.

Sem comentários:

Enviar um comentário